Sem categoria

Feliz Dia de Nossa Senhora Perpétuo do Socorro

Compartilhar
O Amado veio para amar
Amo porque amo, amo para amar, 
És Deus, Deus amor. 
Amas o mundo, as pessoas
Me ama como sou,
És gratuito, amas a todos. 
Seu amor ultrapassa montanhas, vales,
rios, oceanos e barreiras. 
Amor que transpõe o pecado, porque és
somente Amor. 

Amor sem preço, sem medidas.
Amor que vai além de nossas fraquezas 
e limitações, amor maior que tudo. 
Amas na luz, na escuridão, amas em
Qualquer situação, amas na cidade, no 
campo e no sertão, nas favelas, becos 
e  barracos. 
És Amor que nos ensina a amar, para no 
mundo seu amor espalhar. 
Amas o pobre, o rico, o drogado, amas a 
mulher prostituta, a que esta em pior 
condição sem sombra de descriminação. 
Amas o alcoólatra o doente, o menor
carente, a criança indefesa, o idoso em 
casas de abrigo, sem ter apoio de seus 
filhos queridos. 
Agradece-te tão grande amor, amor que 
tens pelas pessoas que se doam, para 
cuidar, para amar como seu amor nos 
ensinou. 
Amas o que esta longe, amas o que não 
sabe amar, porque seu amor não conhece, 
A ela nossa prece. 
És amor que convoca para o serviço
gratuito, para amarmos os mais fracos, 
excluídos e explorados.
Amas o operário, os quase sem salários, 
mãos calejadas de tanta luta para boa 
conduta a seus filhos ensinar. 
Que nós possamos amar com teu amor os 
que não são amados, amemos com o 
coração na gratuidade, misericórdia e 
compaixão, amemos porque Deus é somente amor.
Amemos sempre, principalmente a mulher prostituta
que tanto labuta, amemos o Amor que nos criou, nos amparou, nos 
cuidou, nos formou e ao mundo nos lançou
para amar. 
Amém. 
                                                                                                               Ir. Lúcia Webler  

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Antonia – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *