Sem categoria

Homenagem ao Projeto Antonia

Compartilhar

O Projeto Antonia foi homenageado em evento na Galeria Borba Gato que aconteceu no dia 05 de abril (quinta-feira). Na ocasião estavam reunidos, no Salão de Eventos da Galeria, empresários do comércio local que organizaram uma palestra e uma homenagem a cinco mulheres especiais pelo mês Internacional da Mulher. Entre as mulheres homenageadas estava Maria José Silva – Educadora do Projeto Antônia.
Em sua rede social, Luiz (representante da Associação Empresarial de Santo Amaro Sul – AESAS) ressaltava sua alegria em poder homenagear o Projeto Antonia. “… a presença do projeto Antônia, representado pela Maria Jose Silva, é sempre um grande prazer. Conheci o Projeto Antonia em 2015, através da Cristina Sansigolo e desde lá venho acompanhado o trabalho árduo, mas gratificante destas meninas”.

Para o Projeto Antonia foi uma honra participar do evento, pois percebe-se com isto o reconhecimento de trabalho junto às mulheres em contexto de prostituição. Ressaltamos a importância das parcerias, que têm colaborado para o cumprimento dos objetivos e missão do Projeto.
Nosso reconhecimento as outras mulheres que também foram homenageadas, pois representavam todas as mulheres, fazendo a diferença na busca por transformação social, mulheres ocupando os espaços na luta por igualdade de direitos. 

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Antonia – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *